Arquivo Nirez Letras de Músicas A

sexta-feira, 6 de junho de 2008

ABISMO DE ROSAS

AMÉRICO JACOMINO "CANHOTO"

Ao amor em vão fugir
Procurei,
Mas tu
Breve me fizeste ouvir
Tua voz
Mentira, deliciosa...
E, hoje, é meu ideal
Um abismo de rosas
Onde, a sonhar,
Eu devo, enfim, sofrer e amar!

Mas, hoje, que importa
Se tu'alma é fria?
Meu coração se conforta
Na tua própria ironia!
Se há no meu rosto
Um rir de ventura,
Que importa o mudo desgosto
De minha dor, assim,
Sem fim?

Se minha esperança
O que não se alcança
Sonhou buscar,
Devo calar
Hoje o meu sofrer
E jamais dele te dizer.
O amor que é puro
Suporta o obscuro,
Quase a sorrir,
A dor de ver
A mais linda ilusão morrer.

http://www.cursos24horas.com.br/parceiro.asp?cod=promocao123720

ARARA QUEBRANDO COCO

MANOEL ARAÚJO - FRANCISCO SENA

Arara quebrando coco
Coco amarelo é dendê
Eu vou morrer no pecado
Fazendo inveja a você (Bis) Refrão

Batata não dá semente
Bananeira não dá nó
Franga que põe é galinha
Veia de neto é vovó
Planta de cravo é craveiro
Poeira de pau é pó
Bezerra nova é vitela
Pé de boi é mocotó - Refrão


Pássaro do seco é galinha
Pássaro do brejo é socó
Dois bicudo não se beija
Dois boca funda é pior
Moça assanhada é sapeca
Moço namora é coió
Perna de porco é cambito
Pé de boi é mocotó - Refrão

Fogo do campo é coivara
Mato que rama é cipó
Papagaio quando fala
Já sabe tudo de cor
Caroço em costa é marreca
Homem sem braço é cotó
Vaca de raça é turina Pé de boi é mocotó - Refrão


http://www.cursos24horas.com.br/parceiro.asp?cod=promocao123720